Case: Supermercados Mundial

capa

Não existe case melhor do que aquele que o próprio cliente toma a iniciativa de divulgar os resultados do trabalho realizado. É o caso dos Supermercados Mundial, que publicou em seu veículo de comunicação interno uma reportagem falando sobre as mudanças significativas que ocorreram em sua estrutura e operação desde a chegada da RTC Brasil, principalmente no setor de Tesouraria. Hoje, graças ao trabalho desenvolvido em parceria com a RTC Brasil, todas as 19 filiais da empresa já estão com setor da Tesouraria na era digital.

Confira abaixo matéria na íntegra:

Tesouraria Digital – Mundial Implementa Sistema para Automação Comercial

Desde setembro de 2017, com a chegada da Consultoria RTC, a empresa tem passado por mudanças significativas em sua estrutura e operação.

 

Desde então, estamos implementando uma série de ferramentas e técnicas para melhorar o serviço e atendimento ao cliente e o desempenho da empresa.

 

E o setor da Tesouraria não poderia ficar de fora desse contexto, uma vez que é uma área estratégica e extremamente importante para a empresa, responsável por administrar todos os recursos do Mundial.

 

O processo de implantação do sistema RMS permitiu a automação do setor e trouxe muitos benefícios. De acordo com Fernando Clauber, consultor da RTC, as empresas estão buscando cada vez mais soluções inovadoras para a Tesouraria.

 

“Quando iniciamos no Mundial, identificamos muitas oportunidades de melhoria no setor da Tesouraria. Antes, todo processo administrativo da rede era feito de forma manual. O caminho para essas mudanças não foi fácil. Entretanto, um dos grandes diferenciais que tornaram esse processo um sucesso foi a confiança e estímulo da diretoria em acreditar no projeto, além do forte empenho e dedicação de toda a equipe envolvida”, destaca Fernando.

 

Inicialmente, o projeto envolveu 36 colaboradores, que foram capacitados e preparados através de treinamentos e  cursos  para  estarem  aptos  no  gerenciamento  do novo sistema. Posteriormente, essa equipe divulgou os ensinamentos para os demais funcionários. A loja escolhida para dar o start foi a de Irajá.

 

Hoje, todas as 19 filiais já estão com setor da Tesouraria na era digital.”Implementamos na equipe o processo de inclusão digital. Nosso objetivo era desmistificar a tecnologia como algo difícil e complicado de entender e lidar. E acredito que a estratégia deu certo, pois, hoje, muitos colaboradores estão fazendo até cursos de informática para se aprimorar”, comenta Patrícia de Souza, Assistente Financeira do Mundial.

 

Hoje, a área de Tesouraria é mais administrativa do que operacional; antes, 80% das atividades eram operacionais. “No início, nossa preocupação era com a reação dos funcionários. Queríamos mostrar que o sistema estava vindo para agregar, e não para prejudicar ninguém. Tanto que praticamente todos os colaboradores foram aproveitados, e outros remanejados para diferentes áreas”, ressalta Clesson Magalhães, Gerente Geral de Serviços.

 

Sueli Alves Mendonça é um desses exemplos. A colaboradora está na empresa há 12 anos, sendo que, por 8 anos, trabalhou no setor de Tesouraria de loja, e agora é assistente de Tesouraria na Central.

 

“Estávamos muito acostumados com o processo manual. No início, as mudanças foram um pouco assustadoras, mas depois, achei todo o processo ótimo. Só veio para melhorar. Agora, as informações estão mais claras e rápidas. Conseguimos acompanhar tudo em tempo real”, diz Sueli.

 

Segundo Fernando Clauber, o momento agora é de lapidação e direcionamento do processo. “É hora de ajustar os conceitos e procedimentos para construir um futuro bem promissor para o setor”.